Quinta-feira, 1 de Novembro de 2007

Neologismos do Chefe Turmam 3

Recentemente, temos assistido a um a invasão de vocábulos estrangeiros que, por muitas vezes se utilizarem em vez do vocábulo vernáculo, ofendem a Língua Portuguesa. O caso torna-se menos grave quando o vocábulo estrangeiro não dispõe de equivalente em português; aí, a solução passa pelo seu aportuguesamento.

A Língua Portuguesa não é uma língua morta.


Croissant - É vulgar encontrá-lo em qualquer padaria, pastelaria ou salão de chá: uma espécie de pão doce gostoso, mais ou menos folhado, que faz as delícias de miúdos e graúdos.

Acontece que croissant é uma palavra francesa; não se trata sequer de um galicismo, uma vez que grafia não foi adaptada ao português. Por tal, urge fazê-lo.

Croissant, em francês, significa crescente, por se assemelhar à lua nessa fase. O mais lógico seria chamar o bolo assim, mas "crescente" não é propriamente uma palavra foneticamente apelativa. Boa hipótese seria chamar ao bolo meia-lua, mas infelizmente essa opção já está reservada à Dan Cake para o seu meio-bolo marmoreado.

Voltemos então à estaca zero: os franceses chegaram ao nome por meio de comparação, por semelhança; o nome português deverá então seguir a mesma linha de raciocínio.

O Grande Chefe Turmam, acompanhado pela sua vastíssima equipa de peritos, propõe:


Croissant au Fromage = Navalheira com Queijo

Croissant Mélangé = Navalheira Mista


ou simplesmente


Croissant = Navalheira

publicado por Grande Chefe Turmam às 01:55
link do post | comentar | favorito
3 comentários:
De Nunes a 19 de Novembro de 2007 às 14:06
Grande chefe...
Trago-lhe uma nova dúvida, que ao mesmo tempo é uma constatação: 'saudade' não é palavra sem tradução como apregoam, logo ali ao lado na vizinha Castela (Espanha para alguns, não para todos - nem todos os espanhóis) temos o conceito 'echar de menos' que é exactamente a mesma coisa que saudade. Pretendia que se substituisse em todos os documentos onde se cite erradamente 'saudade' não tendo tradução pela palavra 'frangalho' uma das pérolas da língua de Lvís.

Nunes - 36 anos - Badalona
De Grande Chefe Turmam a 19 de Novembro de 2007 às 19:51
Recomendo ao amigo que encete uma petição com vista à remoção de "saudade" dos referidos documentos. E não se esqueça de marcar uma conferência de imprensa num hotel de 4 ou 5 estrelas para anunciar a descoberta.
De blogdaping a 24 de Novembro de 2007 às 16:51
" echar de menos " não é exactamente a mesma coisa que saudade ! É algo parecido... mas....
O que mais se assemelha é " morrinha " do galego.
SAUDADE, vem de cá de dentro do fundo da alma Lusitana, senão,também era válido o nostalgia dos ingleses e não é o mesmo... digo eu, digo eu...

Comentar post

Para assuntos importantes

pomada.indiana@gmail.com

mais sobre mim


ver perfil

seguir perfil

. 7 seguidores

Cardápio

tags

todas as tags

Impostores

O Outro Lado

Blogs de Humor Barato

Ironia do Destino
Olhe que não, Seu Doutor
Nuno Marckl
Detective Cantor
Senhor Bidé
Oxalá que não!
Rosa Mota
Falar para Dentro

Blogs de Humor Parado

Meditações de um Caixa
Passagem Estreita
Perguntar não ofende...
Histórias d'Ontrodia

Pêra Manca

Polaris
Outubro de 1755
Diário Dócil
Kartoon Blog

Turmam Responde

01. Ovinos e Caprinos?
02. Coitado?
03. Adenóides?
04. Pinhal de Marrocos?
05. Ovolete?
06. Oxiúrus?
07. Esquerda e Direita?
08. Pêlos & Mourinho?
09. Mais Pelos?
10. Queijo com Buracos?
11. Orientais Carecas?
12. NS / NR
13. Mulheres Aerodinâmicas?

subscrever feeds